Mestrado: Polarização e Campo Magnético Interestelares a Altas Latitudes Galácticas

Data: 
19/05/2017 - 14:00
Local: 
Sala 15 do IAG (Rua do Matão, 1226, Cidade Universitária)


Defesa de dissertação de mestrado
Aluno: Tacio Cordeiro Bicudo
Programa: Geofísica
Título: Polarização e Campo Magnético Interestelares a Altas Latitudes Galácticas

Comissão julgadora
1) Prof. Dr. Antonio Mario Magalhães –IAG/USP
2) Prof. Dr. Walter Junqueira Maciel –IAG/USP
3) Profa. Dra. Claudia Vilega Rodrigues –INPE/São Jose dos Campos-SP
4) Prof. Dr. Gabriel Armando Pellegatti Franco –UFMG/Belo Horizonte-MG
 
 
Resumo
Esse trabalho nasceu da necessidade de projetos cosmológicos como o do satélite Planck, e outros em planejamento, em retirar a influência da nossa própria galáxia na sua análise para obter a Radiação Cósmica de Fundo (RCF). Portanto, necessário estudos para estabelecer um modelo preciso do Campo Magnético e a radiação polarizada da poeira da nossa Galáxia.
Os dados tomados no telescópio de 60 cm do Observatório Pico dos Dias - LNA, na banda V, foi gerado catálogos de dados polarimétricos, assim seus mapas de vetores de polarização.
Os vetores de polarização se alinham bem com as estruturas das nuvens, mostrando que deve haver correspondência entre as estruturas da nuvem e o campo magnético local.
Através da análise da polarização em função da distância das estrelas Hiparcos, foi possível estimar um intervalo de distância que compreende cada nuvem. O método utilizado para a determinação de distâncias nesse trabalho forneceu assim resultados consistentes com a literatura, como o exemplo da nuvem MBM20, estimada por Hearty et al.  como tendo uma distância de 112 ±15 < d < 151 ± 21 pc com base na linha D de absorção do Na I de estrelas Hiparcos, comparada ao obtido aqui como 153 ± 63 pc.
Com o estudo da dispersão dos ângulos de polarização e do método modificado do Chandrasekhar & Fermi (4) por Falceta-Gonçalves et al. (8), foi possível estimar o campo magnético turbulento, variando entre os valores de B ~ 9 µG a _B ~ 10 µG, e o campo magnético regular projetado no céu  variando entre os valores Bcéu   ~ 0,7 µG a Bcéu ~ 70µG.
Palavras chave: polarização, meio interestelar, poeira